Como funciona o Inbound Marketing para empresas que trabalham com turismo?

Muito temos comentado aqui sobre os fundamentos do Inbound Marketing. Sobre como uma boa aplicação de conceitos relacionados pode vir a alavancar suas vendas ou tornar-se referência no seu segmento. Uma loja de camisas esportivas, por exemplo, com baixo investimento, pode acabar se tornando referência no mundo esportivo, a partir de criação de conteúdo relevante que vá atender aos interessados pelo assunto. Durante esse processo, a conexão criada entre o conteúdo produzido e a sua marca acaba convertendo algumas pessoas interessadas por esse conteúdo em consumidores e clientes do seu produto.

Mas como funciona o inbound marketing no segmento do turismo? Existe alguma diferença? Como minha empresa pode concorrer com os portais internacionais, que dispõem de um orçamento infinitamente maior que o meu? O segredo está nas fases do Inbound Marketing e no trabalho personalizado no funil de conversão!

As fases do processo de Inbound Marketing são claras: atração, conversão, relacionamento, venda e análise, como a gente já comentou na nossa primeira postagem sobre o assunto. O segredo, no caso, é trabalhar de maneira eficiente todas as fases e de maneira aprofundada. Veja a seguir nosso modelo sugestivo:

 

Atração

Nessa etapa do Inbound Marketing, o seu negócio, seja ele um hotel, pousada ou até mesmo uma agência de viagens, deve focar na divulgação do destino turístico. Podem ser artigos produzidos por sua empresa que mostrem as belezas locais, as opções de passeios turísticos disponíveis na região… Exalte as belas paisagens, sempre apresentando dicas úteis para os viajantes. Ao procurar na internet por informações sobre o destino, o internauta irá encontrar seu endereço na internet.

 

Conversão

A etapa da conversão envolve mais do que a simples visualização de conteúdo pelo leitor, mas uma ação que requer um envolvimento maior, como assinar a newsletter de seu site, por exemplo. Para isso, você precisa disponibilizar algum conteúdo relevante para o visitante do seu site com acesso restrito. Por exemplo, disponibilize na sua página um mini guia de viagem ou informe que, caso o internauta queira maiores informações, deve preencher um formulário com seus dados. Assim, o interessado se torna um lead. Em outras palavras, se torna um potencial cliente que está interessado em dicas do destino que você atende.

 

Relacionamento

Uma etapa fundamental do inbound marketing é a de relacionamento! Neste processo, após o envio de diversos conteúdos de interesse da sua demanda, o seu lead (potencial cliente) acaba conhecendo de maneira mais profunda seu hotel, pousada ou agência de viagens e passa a ter um interesse maior e real pelos seus serviços prestados.

 

Venda

Depois de tanta atenção e informações relevantes, a tendência é que o seu lead entre em contato com você para conhecer um pouco mais sobre os serviços oferecidos e, no tempo adequado, torna-se um cliente. É imprescindível que as empresas entendam que o ciclo do funil de vendas precisa acontecer no tempo ideal, ou seja, o cliente passa pelas etapas de atração, conversão, relacionamento e venda de maneira natural, sem a pressão no processo de efetivação de compra. Afinal das contas, é melhor respeitar  o momento de compra ideal do cliente e ele ficar convencido que você é a melhor opção disponível para ele.

 

Análise

A análise dos dados colhidos é fundamental para que o processo de inbound marketing sempre seja aprimorado. Quantas pessoas chegaram ao meu blog? Quantos leads eu adquiri a partir do conteúdo criado? Quantos leads tornaram-se clientes? Todas essas perguntas precisam ser analisadas com o intuito de melhorar o processo e conseguir que cada vez mais as pessoas acabem tornando-se clientes.

 

E aí, aprendeu como funciona o Inbound Marketing no segmento turístico? Conta aí pra gente se ficou alguma dúvida. =)

Consultora e Designer estratégico na Features Design. Foi professora de Marketing e Mídias sociais nos Cursos de Publicidade e Propaganda e Produção Multimídia no IFSC. Apaixonada por café, design e tudo que se relaciona a estratégia empresarial.

Comments

comments

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *