GESTÃO TURÍSTICA NA CRISE

O Brasil tem enfrentado uma das piores crises econômicas da história. Empreender em meio ao mercado conturbado tem sido o maior desafio de qualquer empresa, principalmente quando falamos de turismo. Saiba como a gestão turística tem sido um exemplo de que maus tempos são sinais de oportunidades.

Gestão turística na crise 

Atualmente falar sobre negócio tem sido delicado no mercado nacional. Falar de viagem ou férias então, se tornou o item mais desejado na vitrine econômica brasileira. Entretanto, para a surpresa de todos, o segmento turístico ainda é um dos poucos que apresentam “estabilidade” e movimentação econômica. Mas, como este mercado consegue andar na contramão da crise?

A resposta pode ser o modo como o turismo se adequou a situação.

Crise (Foto: Cristiano dos Santos)

Crise (Foto: Cristiano dos Santos)

Os dados não mentem

Segundo a Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens), o mercado assiste a uma proliferação de pequenas agências que apostam em segmentos de nicho, com viagens voltadas a públicos específicos, de turismo de aventura a roteiros gastronômicos. (Folha SP)

Empresas orientadas a satisfazer uma demanda até então não identificada ganharam espaço de outras que atingiam apenas a grande massa consumidora. Ou seja, empresas que orientavam produtos mais genéricos para atingir o maior número de prospects possível.

Agora, passou-se a descobrir que produtos ou serviços que sabem onde seu público está e o que de fato ele poderia consumir, trouxe a possibilidade de perder quantidade mas ganhar extrema qualidade.

Isso significa que, se uma empresa sabe que o indivíduo X gosta da cor azul com bolinha amarela, por exemplo, sabemos que o produto da empresa Z tende a atender essas caraterísticas. Uma força para a venda mais assertiva.

E como fazer isso?

 

A marca catarinense

Se por um lado agências e empresas orientadas a serviços turísticos estão rodando a engrenagem, é preciso lembrar que tudo isto depende de um fator muito especial, a região.

 

Marcas Catarinenses (Foto: SANTUR)

Marcas Catarinenses (Foto: SANTUR)

Santa Catarina é lar de um dos maiores índices de estrutura turística do país, e corre lado a lado com a região nordeste brasileira em potencial turístico.  Mas o modo como nos posicionamos é um fator crucial para essa concorrência.

A região nordeste apresenta os maiores índices de sol aberto e quantidade de dias calorosos. Sendo praticamente todo o ano propício para o turismo. Apesar disso, o estado de Santa Catarina ainda é um forte concorrente, com uma média de 90 a 120 dias de sol e calor.

E por conhecer seus turistas e a cultura das pessoas que vivem no estado, Santa Catarina sabe como sair na frente, vendendo uma característica muito importante, mas que a difere de tudo: sua marca.

Bombinhas SC (Foto: Banco de Imagens Pixabay)

Bombinhas SC (Foto: Banco de Imagens Pixabay)

Sabendo suas limitações, como as climáticas, o estado consegue avaliar quais também são suas oportunidades e diferencias competitivos, e orientar estratégias de venda justamente nestes aspectos.

Detentora de características especiais, de belas praias a preservação exuberante, o estado catarinense sabe o que deve comunicar:  “ se você procura boa comida, belas praias e um experiência única de aventura nas férias de verão, então sabe que é aqui”.

Mergulho na Ilha do Arvoredo (Foto: Litoral de Santa Catarina)

Mergulho na Ilha do Arvoredo (Foto: Litoral de Santa Catarina)

Se falamos anteriormente de gestão de marca, é preciso que essa mensagem seja entendida pelos públicos, através de um bom conteúdo e imagens que representem a qualidade de cada argumento sobre a marca do estado.

 

Santa Catarina Turismo – Um portal exemplo de gestão turística

O portal online da Santur – Santa Catarina Turismo é uma das formas que o estado expõe essa gestão de forma eficiente, e estabelece uma boa conexão entre o visual e conteúdo rico sobre o estado.

Começando pela identidade visual, já é possível notar que nos elementos da logotipo estão as características que o estado possui.

Santa Catarina, Venha descobrir (Foto: SANTUR)

Santa Catarina, Venha descobrir (Foto: SANTUR)

Por baixo do nome, as cores ricas enchem os olhos de quem a vê, demonstrando suas riquezas de aguas azuis das praias memoráveis do litoral catarinense. Se para alguns uma imagem vale mais que mil palavras, uma imagem que demonstre a essência de um estado pode ser considerada bem mais que isso.

 

Vendendo os encantos

Se estamos falando de um estado que já apresenta sua marca, é preciso lembrar que agora é preciso explorar a gestão de como ela é vendida. O portal traz cada tom do estado, sem necessariamente abordar qualquer cidade ou região. Isso é uma amostra de que identidade de Santa Catarina não fica dependente de uma ou mais cidades, gerando favoritismo, e entrega sua mensagem clara: a diversidade que vai de cultura até belas paisagens e praias é o nosso jeito que demonstrar o porquê de Santa Catarina ser tão especial.

Cada espaço do portal aborda justamente cada pedaço do melhor que o estado pode oferecer. A gestão de imagem e conteúdo de cada elemento dessa marca catarinense faz com que a proposta se justifique: Santa atarina conhece seu público, porque sabe o que tem a oferecer, e as pessoas sabem disso.

Por fim, Santa Catarina faz o que qualquer empresa deveria fazer em sua gestão de marca: conhecer suas limitações, seu mercado, e, principalmente, o que tem de tão especial a oferecer.

 

Confira como esse processo de gestão pode ser feito, em featuresdesign.com.br!

Consultora e Designer estratégico na Features Design. Foi professora de Marketing e Mídias sociais nos Cursos de Publicidade e Propaganda e Produção Multimídia no IFSC. Apaixonada por café, design e tudo que se relaciona a estratégia empresarial.

Comments

comments

Comente

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *