EVENTOS TURÍSTICOS COMO ESTRATÉGIA PARA OS DESTINOS

A prática de eventos tem se tornado uma das principais estratégias para conhecimento e relacionamento de uma marca com o seu mercado. No turismo, essa percepção pode ser ainda maior, dado a significância financeira desse mercado para o Brasil, incluindo eventos turísticos como estratégia de mercado para os destinos.

A representatividade do turismo na economia Brasileira

¹De 2003 a 2009 o setor cresceu 32,4%, e no ano de 2012, em valores, sua representatividade foi de US$ 76,9 Bilhões de dólares. Em 2016, mesmo com a crise atual, o turismo manteve o ritmo e ainda pode crescer, representando uma contribuição direta no PIB de 3,02%, o que significa cerca de R$ 198 Bilhões. Isso mostra a força desse mercado e projeções que até 2027 possa chegar a R$ 273 Bilhões.

 

A potencialidade de Santa Catarina para eventos turísticos

No estado de Santa Catarina, a importância do turismo para a economia pode ser traduzida no percentual do PIB que representa, cerca de 12,5%.  Sendo o 6º estado que mais recebe turistas internacionais (cerca de 149 mil em 2015).

 

Em 2015, houve movimentação de 1,184 bilhão de pessoas no turismo mundial, dos quais R$ 190,7 milhões foram às Américas, incluindo Norte, Sul e Central (16,1%).  Sendo que 74,6% do fluxo de turistas internacionais em Santa Catarina ocorre entre os meses de dezembro a fevereiro².

Quando há dados, não há duvidas, principalmente refletidos em economia regional, nos quais a Costa Verde Mar possui as maiores taxas de ocupação hoteleira, em média 82% 67%.

Agora que falamos da importância desse mercado, precisamos falar sobre a relação dos eventos com esses incríveis resultados e o know how para conquistá-los.

Um bom posicionamento no mercado como o incentivo certo pode ser explorado de forma inteligente pelas empresas de turismo. Mas, para isso, a estratégia para se inserir bem nessa fatia econômica depende da assertividade e conhecimento do mercado turístico. Uma opção são os eventos, que além de gerar repercussão, geram muitas oportunidades.

 

 

Eventos turísticos como estratégia de mercado

A indústria do turismo de eventos, assumiu um papel fundamental para o desenvolvimento da atividade turística, assim como possibilitou que novas estratégias para promoção urbana fossem realizadas, inserindo a comunidade local em um novo contexto socioeconômico².

Apesar da indústria de turismo de eventos apresentar confiabilidade e ótima oportunidade para se posicionar, vale reforçar que sim, é preciso planejar muito bem essa estratégia e saber explorá-la de uma forma que não saia do propósito corporativo e se torne uma forma de entretenimento. Sendo assim, vale atentar-se naquelas oportunidades que são poucos exploradas no mercado.

A multiculturalidade de SC – A mina de ouro para eventos

Santa Catarina é um estado multicultural, em que cada região possui características culturais próprias. Uma alternativa é aproveitar a tendência do turismo criativo e oferecer novas experiências, em que a comunidade participe e o turista também.

Saber enfrentar o problema da sazonalidade apostando numa estratégia com foco em eventos (principalmente no estado de SC) , pode ser o verdadeiro diferencial da empresa ou até mesmo do destino turístico.

A multiculturalidade do estado de SC permite que uma alternativa ao problema da sazonalidade seja a promoção de festas típicas e festivais gastronômicos, e roteiros que explorem o destino, finalizando com workshops e oficinas para a construção de uma experiência aos turistas e a comunidade, sendo possível posicionar a essência do destino para além das praias e belezas naturais³.

Os eventos esportivos, competições esportivas que reúnem diversos atletas e torcedores podem ser uma outra maneira de explorar a sazonalidade. Desde que haja uma organização que ampare todas as situações,como, por exemplo: recepção dos atletas, banheiros e acomodações; inscrição; espaço para treino; local adequado para acompanhar as provas; cerimônias de premiação, entre outros.

Isso reforça que sim, há muitas maneiras de divulgar e desenvolver um turismo organizado e escalável. O problema? Talvez porque ainda não apresentamos maturidade na exploração dos seus diferenciais.

“Nem só de peixe vive o pescador”.

A importância do planejamento para eventos no turismo

No turismo, montar um planejamento estratégico para desenvolver qualquer atividade ou serviço turístico é imprescindível. Para qualquer organização que pensa em montar alguma estratégia para divulgar seu negócio ou essencialmente posicioná-lo, é preciso planejar e saber como executá-lo.

 

Realizar um estudo imerso de diversos fatores que são determinantes se esse evento vem ou não para a região. Custos de organização, levantar se o tema do evento é relevante nesse momento ou se há mercado para essa temática (análise de macro ambiente) verba disponível, formulação dos objetivos do evento, e muito mais… de qualquer forma, um planejamento alinhado mostra seu potencial quando o evento é captado com sucesso.

O processo não envolve apenas entrar em contato com organizadores ou prestadores de serviços e um check-list básico. Isso é um erro absurdo do mercado.

Por fim, vale lembrar, como falamos no artigo sobre gestão turística na crise, que mesmo o sucesso do estado, e do próprio pais, depende de um gestão eficaz dos recursos e principalmente do olhar na situação do mercado. Não se pode pensar em trazer ou organizar qualquer coisa sem ao menos saber onde quer chegar com o evento, e se isso realmente é relevante para a região e o mercado em questão.

Referências: ¹EMBRATUR (ministério do turismo, instituto Brasileiro do turismo), ²Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, ³Fabrício Silva Barbosa, mestre em turismo e hotelaria, turismo – relatório de inteligencia mês de maio.

Comments

comments

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *