Como o design gera valor para as empresas?

O design é uma atividade criativa cujo objetivo é estabelecer as qualidades de objetos, processos, serviços e sistemas em todo seu ciclo de vida. Assim, o design é o fator crucial para mudanças culturais e econômicas (icsid, 2013). Mas, apesar da importância do design, a maioria das pessoas desconhece como o design gera valor para as empresas.

Para entender como isso acontece, vamos abordar inicialmente o conceito de valor para as empresas.

Conceituando: “O que é valor”?

O conceito de valor não é assunto novo na ciência econômica ou no marketing e é usado de maneiras diferentes, podendo assumir o fator monetário, de estima, o valor de uso e tantas outras acepções para o termo.

Muito provavelmente você já deve ter escutado que o design cria valor, ou melhora o valor percebido pelos consumidores, mas na prática você sabe como isso acontece ou até mesmo o que é valor criado, valor percebido e porque isso é importante?

O Valor percebido 


biaO Valor percebido
 é o conjunto de benefícios esperados pelo cliente em relação a determinado produto ou serviço e acontece de modo individual e subjetivo.

O valor percebido se dá pela diferença entre o valor total esperado pelo cliente (imagem da empresa, marca, qualidade do produto, performance, etc) e o custo total incorrido no produto  (preço, custo de tempo).

Ou seja, o valor percebido trata das expectativas, dos desejos e sonhos do consumidor e envolve a noção de troca de benefícios por determinado custo.

 

O Valor criado

Valor criado é uma expressão de finanças para a diferença entre o custo de oportunidade de um produto (valor líquido de caixa que a empresa investiu para determinado desenvolvimento) e o valor percebido. Ou seja, o valor criado trata do custo, do preço e da percepção de valor do consumidor

Parece complicado não é mesmo? Mas a matemática é simples…

Quanto maior o valor criado, maior a percepção de valor pelo consumidor, mais ele estará disposto a pagar por um produto e maior a fidelização e chances de repetição de compra.

A disposição de uma pessoa a pagar por determinado produto gera o excedente do cliente.

  Ao gerar maior excedente do cliente, a empresa poderá explorar a diferença entre seus produtos e a média do mercado, cobrando um preço maior e aumentando assim sua margem de lucro.

Vale lembrar que essa estratégia de apropriação de valor pode ou não ser aplicada  pois a empresa poderá optar em manter o mesmo preço da concorrência, obtendo a preferência dos compradores e protegendo o seu mercado ou aumentando a sua participação partindo assim para uma estratégia de crescimento.

Apesar de ter esclarecido os conceitos de valor nos quais o design pode impactar diretamente na vantagem competitiva de uma empresa, tem um outro tipo de valor que também deve ser considerado, o valor apropriado.

O valor apropriado

O Valor apropriado é definido pela diferença entre o preço e o custo. No processo de barganha com parceiros, são definidos os valores apropriados por fornecedores, colaboradores, gestores, entre outros. No valor apropriado cada stakeholder é capaz de se apropriar do valor contribuído no processo e o que vai determinar a lucratividade da empresa será sua habilidade de negociação, de construção e manutenção de parcerias e alianças.

A figura abaixo mostra a relação do valor criado, o valor percebido e o valor apropriado onde parte é do fornecedor, parte da empresa e o excedente do cliente.

valor

Mas voltando ao design…

Conforme visto, o processo de criação de valor traz vantagem competitiva às empresas e está diretamente relacionado à perspectiva do consumidor. Daí a necessidade de compreender o papel do design e suas funções além da estética.

O design cria valor para o cliente através da diferenciação percebida pelo mercado, através da coordenação de funções no processo de desenvolvimento de produtos e serviços  e através da antecipação de mudanças no ambiente da empresa trazendo o aspecto inovativo.

Agora ficou mais claro como o design gera valor às organizações? Se ainda ficou com dúvida ou tem alguma sugestão, escreva nos comentários.;)

Consultora e Designer estratégico na Features Design. Foi professora de Marketing e Mídias sociais nos Cursos de Publicidade e Propaganda e Produção Multimídia no IFSC. Apaixonada por café, design e tudo que se relaciona a estratégia empresarial.

Comments

comments

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *